Curso de extensão

Curso de Extensão Escola Emancipatória para Mulheres

  • 10/08 a 07/12

  • IFCH - Campus I - Passo Fundo

Os estudos de gênero questionaram os determinismos biológicos, que  delegavam às mulheres um lugar de opressão e submissão, possibilitando assim questionar as construções de "feminino" e "masculino" como culturalmente construídas, entendendo que essas construções são produtos, mas também produtoras de relações de poder. Possibilitaram, deste modo, questionar a própria produção e transmissão do conhecimento dentro das instituições de ensino universitárias que escamotearam e negligenciaram teóricas mulheres, e privilegiaram homens brancos. Permitiram a compreensão de que há preconceito de gênero infiltrado nas mais variadas áreas do conhecimento humano, e que esses preconceitos são expressos em "determinadas afirmações e facilitado[s] pelos princípios disciplinares básicos. A experiência das mulheres torna-se invisível ou distorcida, assim como as relações de gênero" (LONGINO, 2012, p. 506). Os estudos de gênero, ainda garantiram às mulheres o resgate de sua biografia, de sua história e de seu pensamento, aspectos os quais outrora lhes foram negados; por isso a relevância da ampliação e da dedicação teórica e acadêmica dessa discussão. Trata-se de uma área interdisciplinar, visto que as consequências da opressão e exploração das mulheres refletiram nas mais variadas áreas da sociedade.

Os estudos de gênero analisam os resultados dessa opressão e como ela reflete na estrutura social até os dias de hoje, afetando as relações de trabalho, de justiça e as relações de poder, a produção e a transmissão do conhecimento e da ciência e até mesmo a saúde. As formas de avaliação e atribuição de capacidades cognitivas foram desenvolvidas com base em padrões androcêntricos, assim como as descrições e explicações nas ciências naturais e os modos de teorização nas ciências comportamentais e sociais. Fatores que fizeram das mulheres invisíveis enquanto agentes sociais e cognitivos, justificando sua subordinação (Cf. LONGINO, 2012). Ressaltando, assim, a urgência de uma Epistemologia e de Metodologia de Pesquisa feministas, e da atenção para o campo de Estudos de Gênero. A partir da constatação de todos os âmbitos nos quais a desigualdade de gênero está permeada, constata-se a necessidade de reflexões teóricas profundas, aliadas aos desdobramentos práticos destas reflexões, de modo a consolidar políticas públicas que oportunizem melhor qualidade de vida e justiça social para as mulheres. Deste modo, o curso se justifica na medida em que estimula a igualdade de gênero, que é uma pauta central na busca da garantia dos direitos humanos. O Brasil se comprometeu a desenvolver políticas públicas de incentivo a discussão das questões de gênero em tratados internacionais, o curso possibilita que essas discussões sejam ampliadas e disseminadas na comunidade regional.

Objetivos

  • Compreender as diversas vertentes do feminismo e suas expressões;
  • Conhecer a história do movimento feminista no Brasil e no mundo para, a partir dela, refletir sobre possibilidades de ação hoje;
  • Refletir acerca das formas de exclusão a que as mulheres são submetidas na sociedade atual;
  • Possibilitar uma ampliação da visão de mundo através do debate de gênero, levando aos espaços públicos possibilidades de reflexões sobre a realidade social;
  • Desenvolver um pensamento crítico frente à naturalização dos preconceitos instituídos socialmente;
  • Compreender a amplitude da violência de gênero e como ela pode ser disseminada de diversas formas, além da agressão física.

Programação

Módulo I - 10/08
História do Movimento Feminista
Sábado: 14h às 17h30min
Ministrante Patricia Ketzer, Thainá Teixeira, Ingra Costa e Silva.

Módulo II - 17/08
Teorias Feministas
Feminismo Liberal
Feminismo Radical
Feminismo Marxista
Feminismo Interseccional
Teoria Queer
Sábado: 9h às 11h35min - 14h às 17h3min
Ministrantes: Patricia Ketzer, Ingra Costa e Silva, Bruna Anacleto, Thainá Teixeira, Fernanda Rocha.

Módulo III - 24/08
Feminismo e Política
O Público e o Privado
Divisão Sexual do Trabalho
Representação Política
Sábado: 9h às 11h35min - 14h às 17h30min
Ministrantes: Patricia Ketzer, Thainá Teixeira

Módulo III - 31/08
Feminismo e Política
Pornografia
Prostituição
Ministrantes: Bruna Anacleto, Amanda Zatti
Sábado: 14h às 17h30min.

Módulo IV - 14/09
Feminismo e Justiça
A lei Maria da Penha
A lei do Feminicídio
Ministrantes: Gabriela Bergamo.
Feminismo e Justiça
Sub-representação no Judiciário e suas consequências
Aborto
Abandono Paterno
Ministrantes: Josiane Petry, Natanieli Almada
Sábado: 9h às 11h35min - 14 às 17h30min

Módulo V - 28/09
Feminismo e Saúde
Aborto (questão de saúde pública)
O que é saúde da mulher?
Conhecendo o próprio corpo
A Invisibilização das Relações Lésbicas Dentro da Área da Saúde
Saúde mental
Sábado: 14h às 17h30min.
Ministrante: Amanda Bittencourt, Bruna Chaves Lopes.

Módulo VI - 05/10
Feminismo e Educação
Educação Popular
Papel do movimento feminista para a igualdade de gênero na escola
Escolaridade das mulheres brasileiras e sua consequências
Sábado: 14 às 17h30.
Ministrante: Edivânia Rodrigues da Silva

Módulo VII - 19/10
Feminismo e Direitos Humanos
O problema da imigração
Luta pela Moradia
Encarceramento feminino
Sábado: 9h às 11h35min - 14h às 17h30min.
Ministrantes: Edivânia Rodrigues da Silva, Janaína Bujes, Priscila Voigt.

Módulo VIII - 26/10
Feminismo e Ciência
Produção androcêntrica do conhecimento Epistemologia Feminista
Sábado: 14h às 17h30min
Ministrante: Patricia Ketzer.

Módulo IX - 09/11
Feminismo e Artes
A representação da mulher na produção artística
O lugar da mulher no universo das artes
Mulher de ???
Sábado: 14h às 17h30min
Ministrantes: Jaqueline Alerth, Mariá Teixeira.

Módulo X - 23/11
Feminismo e Religiosidade
A representação do feminino nas diferentes religiões
O lugar da mulher nas diferentes religiões
Sábado: 14h às 17h30min
Ministrantes: Carmem Holanda, Ingra Costa e Silva.

Módulo XI - 30/11
Feminismo e Sexualidade
Fetichização das relações lésbicas
Qual o lugar da mulher LGBT
Transfeminismo
Sábado: 14h às 17h30min.
Ministrantes: Bruno Almeida, Tauane Rangel, Andressa Wentz.

Módulo XII - 07/12
Feminismo e Ética Animal
Ministrantes: Bruna de Oliveira Bortolini e Amanda Zatti

Inscrições e investimento

Inscrições até 9 de agosto
Investimento: R$220,00 podendo ser parcelado em 2 vezes.

Funcionamento

Horário de Realização: 9h às 11h35 - 14h às 17h30min
Dias da Semana: sábado
Local de Realização: IFCH - Campus I UPF - Passo Fundo
Carga Horária: 90

Público Alvo

Mulheres da comunidade, trabalhadoras, acadêmicas, de movimentos sociais.