Notícias UPF

Fórum de Mobilidade tem último encontro de 2017

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Alessandra Pasinato

Encontro promoveu uma reflexão sobre as atividades do ano e já debateu as perspectivas para 2018

A Universidade de Passo Fundo (UPF) sediou, na manhã desta terça-feira, 12 de dezembro, um novo encontro do Fórum de Mobilidade. A atividade marcou o encerramento das ações do Fórum em 2017, debateu questões de mobilidade urbana da cidade de Passo Fundo do ponto de vista das várias instituições relacionadas e apontou as perspectivas para 2018. O encontro reuniu professores da UPF e de outras instituições. Ao todo, são 17 parceiros que, de alguma forma, estiveram presentes e coparticipam do Fórum.

O Fórum de Mobilidade ocorre desde 2011 e, atualmente, consiste em uma das ações do Circulando Cidadania, projeto vinculado ao programa UniverCidade Educadora, da Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da UPF. Ao longo de 2017, muitos temas foram abordados pelo grupo de trabalho. O aprofundamento das questões relacionadas ao tema ocorreu no I Encontro das Cidades Educadoras e Inteligentes: Desafios dos Municípios do século XXI, realizado em setembro. 

Conforme o professor Marcio Taschetto, coordenador do UniverCidade Educadora, além da avaliação das ações de 2017, o último encontro do ano definiu as perspectivas para 2018, sempre com foco no objetivo do Fórum, que é construir propostas relacionadas à educação e à mobilidade urbana. “Nesse encontro, construímos as linhas mestras que vão delinear o trabalho do Fórum para o próximo ano”, pontua.

O Fórum, segundo ele, terá contribuição significativa no plano diretor de desenvolvimento de Passo Fundo. “A principal deliberação é a contribuição para o PDDI que está sendo construído e deve ser entregue em 2020. Vamos nortear as ações do Fórum para contribuir do ponto de vista das questões relacionadas à mobilidade urbana no Plano”, comenta.

Dentre outras deliberações, está a continuidade do Fórum em 2018 como um espaço de articulação dos diversos projetos e entidades, no que tange à mobilidade urbana. “É um espaço de formação no qual se pode estudar, debater e aprofundar questões relativas à mobilidade”, destaca ele, explicando que os encontros serão realizados todas as primeiras quartas-feiras do mês, sempre no turno da manhã.