O olhar do idoso frente ao envelhecimento e à morte

Cailene Frumi, Kátia Lilian Sedrez Celich

Resumo


O presente estudo visou desvelar o significado do envelhecer e da morte para o idoso. A investigação caracterizou- se como um estudo qualitativo fenomenológico- hermenêutico, realizado com idosos participantes de um grupo de convivência da terceira idade de uma cidade no norte do Rio Grande do Sul. Foram entrevistados cinco idosos, que optaram por serem identificados na pesquisa por codinomes caracterizados por sentimentos. Todos os procedimentos éticos foram respeitados. O significado do envelhecer e da morte desvelou dois temas com seus respectivos subtemas: Sentido do envelhecer: o idoso no mundo, idoso: ser de relação, lembranças do vivido, envelhecer: bênção divina, o vir-a-ser do idoso; Sentido da morte: o estar para a morte, crenças e valores espirituais. A proposta de uma nova postura diante do tema exposto pela análise fenomenológica do estudo é fundamentada na convivência com a incerteza e com os impasses ao longo do envelhecer e da morte. Quando a vontade e o saber do idoso construído durante sua trajetória de vida são valorizados, entendidos e respeitados, este ser percebe que seus valores e sua história de vida são considerados, portanto sua existência tem um significado. Essas atitudes de consideração, respeito e amor acolhem o idoso, pois existe o reconhecimento de sua singularidade e cidadania.

Texto completo: PDF