Notícias UPF

RPPN UPF celebra primeiro ano de regulamentação

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

O dia 31 de agosto marca a publicação no Diário Oficial da União da regulamentação da Reserva Particular do Patrimônio Natural da Universidade de Passo Fundo (RPPN UPF). Nessa data, em 2016, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) regulamentou a criação da reserva de 32,21 hectares para ser utilizada para as finalidades de ensino, de pesquisa e de educação ambiental, respeitando um Plano de Manejo.

A proposta de criação da RPPN UPF foi encaminhada pelos professores Jaime Martinez e Nêmora Prestes, do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), e pelo professor Alexandre Augusto Nienow, da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária (FAMV), tendo sido aprovada nos Conselhos das respectivas Unidades Acadêmicas e enviada para a Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF), que, por sua vez, encaminhou ao ICMBio após parecer favorável do Conselho Diretor e da Assembleia Extraordinária da FUPF, em dezembro de 2015.

Para Martinez, essa é uma data emblemática. “A RPPN UPF está completando seu primeiro ano de vida. Nesse período, foi instalado o projeto de extensão ‘RPPN UPF: área protegida educadora’, capacitando estagiários para conduzirem o público pela reserva, destacando seus recursos naturais. Além disso, foram iniciados cinco projetos de pesquisa na área”, destaca ele, que coordena o projeto que promove visitações à reserva.

A área, conforme Martinez, já foi visitada por professores de cursos como Direito, Engenharia Mecânica, Química, Geografia, Letras, História, Agronomia, Educação Física, Psicologia, Pedagogia, Física, Biologia, Farmácia e Medicina Veterinária, além dos programas de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano, Agronomia, Ciências Ambientais e História. “Neste ano, estamos agendando visitas apenas para a comunidade interna da UPF e, para 2018, será aberta à visitação para a comunidade externa”, comenta.

Nesse primeiro ano, também foi iniciado o diagnóstico inicial da área, com auxílio dos mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCiAmb), para o conhecimento dos 32,21 hectares da área e seus recursos naturais. No próximo ano, também será constituída uma equipe para a elaboração do Plano de Manejo da RPPN.

RPPN UPF
A RPPN UPF compreende áreas de mata ciliar, de encosta, de banhado e em regeneração junto ao Arroio Miranda, curso hídrico que abastece um dos principais reservatórios de água de Passo Fundo, responsável pelo atendimento de aproximadamente 50% da população do município. A área de RPPN inclui as Áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal (RL) do Centro de Extensão e Pesquisa Agropecuária (Cepagro) da UPF, em conformidade com disposições do Código Florestal Brasileiro. Além de concentrar nascentes e preservar a qualidade da água, a área tem grande biodiversidade por se tratar de uma área do bioma Mata Atlântica.