Notícias UPF

Análise não linear é tema de curso promovido pelo PPGPPF

  • Por: Assessoria de Imprensa

Formação tem início nesta quinta-feira (12), na Fear

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio do Programa de Pós-Graduação em Projeto e Processos de Fabricação (PPGPPF), realiza o curso de Elementos Finitos, com o diretor do Núcleo de Cálculos Estruturais (NCE), professor Dr. Avelino Alves Filho, que atua há mais de 40 anos na área de elementos finitos, sendo autor de três livros nesta área e de 17 livros na área de ciências físicas. O módulo MEF3 – Análise Não Linear acontece nos dias 12, 13, 16, 17 e 18 de janeiro, a partir das 8h30, totalizando 40 horas. 

Segundo o coordenador do PPGPPF, Márcio Walber, serão abordados, durante as aulas, os conceitos teóricos imprescindíveis para a correta análise numérica, considerando as não linearidades física e geométrica que estão presentes nos projetos mecânicos em geral. Conforme Avelino, as não linearidades nas aplicações da mecânica estrutural têm forte repercussão na obtenção de projetos com mínimo peso. “Por exemplo, em aplicações ferroviárias ou em equipamentos agrícolas, as chapas apoiadas em reforços e sujeitas à ação de pressão apresentam curvaturas e as tensões de flexão são altamente dependentes dessas curvaturas as quais as chapas são submetidas, e, normalmente, apresentam valores elevados”, conta. 

Ainda, de acordo com o professor, ocorre que, quando as deflexões atingem valores da ordem de uma espessura, as bordas unidas aos reforços aplicam forças no plano médio da chapa, impedindo que as deflexões sejam grandes e em consequência as tensões. “Aplicar análise linear, que não considera esse efeito, exagera no cálculo das tensões e a estrutura fica mais pesada, ou seja, a geometria deformada da estrutura altera profundamente o comportamento dela. E isso só pode ser previsto pela Análise não Linear”, disse Avelino, mencionando que em aplicações nas quais partes da estrutura se tocam, gerando contatos, como em próteses e aplicações mecânicas e biomédicas, as tensões também se alteram profundamente pela não consideração adequada desses efeitos.

A análise não linear está presente nessas aplicações e em muitas outras do dia-a-dia da mecânica estrutural. “O mundo é não linear, e, nesse caso, a rigidez varia e é fundamental saber atualizá-la. Essa pode ser a diferença de um projeto bem avaliado daquele nos quais as hipóteses são muito simplificadas”, também relata o docente.

Quem pode participar?

O curso tem como público-alvo estudantes de graduação, pós-graduação e profissionais que atuam com a atividade de cálculo estrutural por elementos finitos. A iniciativa é constituída por questões que demonstram como a tecnologia dos elementos finitos se tornou essencial para empresas que buscam competitividade e excelência dos seus produtos. O curso será ministrado nas dependências da Faculdade de Engenharia e Arquitetura (Fear), Campus I.

Inscrições

Interessados em participar das aulas podem solicitar informações pelo e-mail cursosulmef@gmail.com.