Notícias UPF

Aluno da UPF desenvolve pesquisa sobre transporte público em Passo Fundo

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Estudo permitiu a criação de uma base de dados georreferenciada dos pontos de ônibus da cidade de Passo Fundo e da implantação da Plataforma Moovit, um aplicativo de transporte que já começou a ser usado na cidade

Utilizando o espaço urbano como laboratório de pesquisa, o mestrando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental da Universidade de Passo Fundo (PPGEng/UPF) Manuel Ricardo Galileo Ramirez Martinez realizou um estudo que determinou os níveis de acessibilidade ao transporte público na cidade de Passo Fundo por meio dos indicadores de acessibilidade e com o uso Sistemas de Informações Geográficas (SIG). 

O trabalho foi realizado no ano 2016 e caracterizou a infraestrutura do transporte público na cidade de Passo Fundo, bem como a localização das atividades e oportunidades da população permanente e flutuante na cidade. Além disso, foram avaliados os parâmetros e índices de acessibilidade ao transporte público no município.

A pesquisa, que contemplou a elaboração de uma base de dados dos pontos de ônibus, permitiu a definição das rotas das diferentes linhas de transporte público da cidade. Tais dados foram compilados junto às empresas de transporte público da cidade, a partir de visitas em campo. Além de a base de dados ter sido útil para a análise da acessibilidade ao transporte público na cidade, ela também foi importante para o cadastro de boa parte das informações necessárias na plataforma do Moovit. Conforme o aluno, foi mais de um ano de pesquisa, entre a compilação e a construção do banco de dados.

Plataforma Moovit 
O Moovit é o primeiro aplicativo (app) livre de transporte no mundo e tem como objetivo facilitar a mobilidade de pessoas a partir do uso do transporte público em tempo real e navegação via GPS. Os usuários podem acessar um mapa ao vivo e ver as paradas e estações próximas com base em sua localização GPS atual, bem como planejar viagens em todos os modos de transporte com base em dados em tempo real.

Várias cidades no Brasil e outros países já possuem esse recurso. No Rio Grande do Sul, além de Passo Fundo, a plataforma está disponível nas regiões Metropolitana, Serra, Litoral Norte e em cidades como Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, Santa Cruz do Sul e Uruguaiana. O funcionamento é simples: ao planejar o seu translado de um ponto a outro na cidade, o usuário receberá do aplicativo a indicação do percurso mais próximo até o ponto de ônibus, e também será informado sobre quais são as linhas que passam nesse ponto e seus respectivos horários.

Como orientador do estudo, o professor Dr. Francisco Dalla Rosa, coordenador do curso de Engenharia Civil da UPF e membro do PPGEng, o trabalho desenvolvido pelo aluno Manuel demonstra a importância da inserção social do Programa na cidade. “Além de o trabalho ter disponibilizado a base de dados dos pontos e rotas dos ônibus na cidade, os resultados apresentados são de grande valia para a gestão do transporte público na cidade. Trabalhos como este têm sido cada vez mais comuns ao redor do mundo, sendo abordado o conceito de Smart Cities (Cidades Inteligentes) e utilizado o espaço urbano como próprio laboratório de pesquisa”, destaca ele. O estudo foi coorientado pela professora da UPF Dra. Rosa Maria L. Kalil.