Aspectos Culturais e Educacionais do Envelhecimento Humano

AVALIAÇÃO DOS EFEITOS DO USO DE GAMES INTERATIVOS NA CAPACIDADE FUNCIONAL E PROCESSOS COGNITIVOS DE PESSOAS IDOSAS
Descrição: A preocupação em realizar atividade físicas e cognitivas e o processo de engajamento social das pessoas idosas potencializaram a criação de centros de convivência, que são espaços legítimos de inclusão social e de afirmação da cidadania. O uso de jogos interativos nesses ambientes aparece com uma nova forma para estimular e envolver fisicamente essa faixa etária da população, proporcionando ao sujeito idoso um desafio adequado as suas capacidades físicas e cognitivas. Pretende-se com o estudo responder a seguinte questão: Que efeitos têm atividades físicas e treinamento mental realizados por meio de jogos interativos na capacidade funcional de equilíbrio, flexibilidade e marcha, nas funções neuropsicológicas de atenção e memória em pessoas idosas 

COGNIÇÃO E TREINO DE MEMÓRIA EM IDOSOS: POSSIBILIDADES COM O USO DE TECNOLOGIAS
Descrição: A nova realidade demográfica que confirma o processo de envelhecimento da sociedade contemporânea impõe o desenvolvimento de estudos que contemplem a complexidade de tal processo e que possam projetar para o futuro um envelhecimento bem-sucedido. Entre as dificuldades enfrentadas pelos idosos, o comprometimento cognitivo aparece como uma das mais frequentes e repercute em diversos aspectos da vida cotidiana. Neste sentido, a capacidade cognitiva e a memória dos idosos são cada vez mais estudadas. A técnica de treino de memória vem se constituindo em importante instrumento avaliativo e intervencionista para a melhora das condições cognitivas de idosos de diferentes faixas etárias. Aliado ao treino de memória, a utilização de tecnologias propiciam o uso de ferramentas computacionais como meio de acesso e estímulo a essas intervenções. O estudo pretende realizar treino de memória com o uso de tecnologias em idosos saudáveis. A pesquisa é um estudo longitudinal e será realizada na cidade de Passo Fundo RS. Os sujeitos pesquisados serão pessoas idosas, com idade a partir de sessenta anos residentes no município de Passo Fundo. Os instrumentos utilizados para avaliação dos sujeitos serão: 1) Questionário sociodemográfico, 2) Escala de Depressão Geriátrica (GDS-15) e 3) Mini Exame do Estado Mental (MEEM). Para a avaliação da memória serão utilizados o Teste de Aprendizado Auditivo Verbal (RAVLT) e Figura Complexa de Rey (Figura A). Espera-se que os dados obtidos contribuam para a melhoria das capacidades cognitivas dos idosos residentes na comunidade de Passo Fundo.

EDUCAÇÃO GERONTOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA PROMOTORA DA INTERAÇÃO MULTIGERACIONAL PARA O VIVER E ENVELHECER SAUDÁVEL
Descrição: A partir da compreensão de que uma sociedade multigeracional pujante e equitativa exige o compromisso e o empenho de diversas instâncias sociais, especialmente a educacional, no sentido de despertar uma consciência gerontológica expressa por meio de atitudes positivas e facilitadoras, com forte senso de corresponsabilidade, para uma ética solidária e de cuidado interpessoal e intergeracional se propõem o desenvolvimento de projeto de pesquisa integrado intitulado Interação multigeracional e as possibilidades de educação para viver e envelhecer saudável. Pesquisa qualitativa que tem por objetivos: Delinear a tipologia das ações conduzidas nas instituições educacionais reconhecidas como estratégias promotoras da educação para o viver e envelhecer saudável; avaliar como as instituições comprometidas com a educação organizam suas propostas pedagógicas acerca do ciclo de vida e sua relação com o fenômeno contemporâneo da multigeracionalidade familiar e social, para um envelhecimento saudável; conhecer as percepções da equipe de saúde que atua na rede de atenção básica acerca da educação gerontológica como promotora da vida e da cidadania; conhecer as percepções da equipe gestora das instituições de ensino da rede pública acerca da educação gerontológica como promotora da vida e da cidadania; conhecer as percepções dos docentes atuantes em instituições de ensino da rede pública acerca da educação gerontológica como promotora da vida e da cidadania e discutir os princípios para uma educação gerontológica com os atores sociais contemplando a diversidade de cenários educativos no contexto contemporâneo. Para a coleta dos dados utilizará os princípios das estratégias metodológicas do grupo focal e da pesquisa-ação para observação, descrição, compreensão e/ou interpretação da realidade social investigada. Este estudo será desenvolvido em instituições públicas e/ou privadas, constituintes dos cenários sociais educativos do município de Passo Fundo e a população será composta pelos profissionais que compõem o quadro funcional destas instituições e/ou os usuários de sua prestação de serviço. Em um primeiro momento a população de estudo se constituirá pelos profissionais das Escolas Municipais de Ensino Fundamental do município de Passo Fundo que aceitarem participar. O período previsto para a coleta inicia-se após apreciação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Passo Fundo, seguindo uma previsão de abril de 2013 a abril de 2015. Na pesquisa qualitativa a análise ocorre concomitante a coleta dos dados e, neste estudo, será utilizada como técnica a análise de conteúdo (BARDIN, 2004). A investigação justifica-se pela finalidade de promoção de uma consciência gerontológica que desenvolva e/ou fortaleça ações e interações pautadas na solidariedade, no respeito, na cooperação e no cuidado interpessoal diante da multigeracionalidade social, bem como pela possibilidade de instauração de um pensar crítico-reflexivo pelos sujeitos promovendo a percepção sobre o impacto de suas ações na coletividade e do quanto às mesmas reverberam sobre si mesmos. .

TEMAS DE BIOÉTICA: ÉTICA AMBIENTAL, O PROCESSO DA MORTE E DO MORRER, FELICIDADE E ENVELHECIMENTO HUMANO
Descrição: O propósito desta pesquisa, de caráter bibliográfica, especulativa e prática, de postura interdisciplinar, procura compreender alguns fundamentos da bioética, como a ética ambiental, o processo da morte e o morrer, o sentido da morte como possibilidade existencial, a felicidade, a eutanásia, a distanásia e o ortotanásia e o processo do envelhecimento humano saudável. Como temática transdisciplinar ao projeto, descreveremos e apresentaremos os bens necessários para a constituição da felicidade humana para todas as idades, de acordo com o itinerário dos principais sistemas éticos teleológicos ocidentais. Em forma de leituras e discussões sobre uma série de artigos, livros e textos clássicos e pesquisas descritivas e exploratórias, com discentes e docentes de diferentes áreas do saber (humanas e da saúde), produzir-se-á relatórios de pesquisas e textos para posteriores publicações e subsídios para a disciplina de Ética geral, Bioética e Envelhecimento Humano, Cuidado na Multidimensionalidade do Envelhecimento Humano e para a linha de pesquisa Aspectos culturais e educacionais do Programa do envelhecimento Humano UPF.

TRABALHO, PROCESSOS DE VIVER E DE ENVELHECER: IMBRICAÇÕES ENTRE O TRABALHO DECENTE E O ENVELHECIMENTO ATIVO DOS TRABALHADORES BRASILEIROS
Descrição: O trabalho decente é tido como uma aspiração universal de homens e mulheres do mundo inteiro na esperança de obter um emprego produtivo e justamente remunerado, situação desempenhada sob condições de liberdade, de equidade e de segurança, com respeito à dignidade humana. A categoria trabalho representa um fator determinante, de diferentes formas e intensidades, nas questões de saúde e de doença. Tratar da temática do trabalho decente vai ao encontro da preocupação, no âmbito da Organização Mundial da Saúde, com o Envelhecimento Ativo, no contexto dos processos de viver e envelhecer de uma parcela crescente da população mundial, tendo em vista o aumento da expectativa média de vida, visível também em nível de país. O aumento no número de anos em que os indivíduos vivem precisa ser acompanhado de políticas de melhoria e manutenção da saúde e da qualidade vida O presente projeto de pesquisa tem como objetivos gerais analisar, por meio de uma perspectiva interdisciplinar, as evidências e percepções que se apresentam em termos dos determinantes produtivos, econômicos, sociais e psicológicos que se estabelecem entre o trabalho e o processo de viver e envelhecer dos indivíduos; e fomentar a discussão sobre a realidade do trabalho e o seu sentido balizada nos conceitos de trabalho decente e de envelhecimento, ativo no âmbito dos trabalhadores brasileiros. Contempla diferentes propostas metodológicas, com abordagem quantitativa e qualitativa.