Aspectos Biológicos e Psicossociais do Envelhecimento Humano

CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS, PSICOLÓGICAS E FUNCIONAIS DE INDIVÍDUOS EM DIFERENTES CONTEXTOS
Descrição: Esse estudo propõe caracterizar as condições sociodemográficas, psicológicas e funcionais de indivíduos. Serão participantes indivíduos de diferentes contextos (usuários dos serviços de saúde; centros comunitários de saúde mental; centro regional de estudos e atividades para a terceira idade, hospitais, clínicas especializadas, e instituições empresariais) de Passo Fundo. Para tanto, utilizar-se-á um questionário sociodemográfico estruturado e testes psicométricos e projetivos. A aplicação dos instrumentos será realizada pelos professores pesquisadores e alunos envolvidos no projeto, nas dependências das instituições. Os dados serão submetidos à estatística descritiva e inferencial por meio do SPSS. A partir dos resultados será possível ter um diagnóstico dessa população, o que será útil para subsidiar o desenvolvimento de ações mais efetivas direcionais as demandas emergentes.

EVIDÊNCIAS DE VALIDADE DE MÉTODOS PROJETIVOS NO ENVELHECIMENTO HUMANO
Descrição: Atendendo a necessidade de se desenvolver estudos atuais relativos as propriedades dos instrumentos de avaliação psicológica em diversos contextos (público e privado), esse projeto pretende evidenciar a validade de métodos projetivos, especialmente em idosos. Participarão indivíduos idosos procedentes de diversos contextos. Após a codificação dos protocolos, o levantamento dos resultados dar-se-á por meio de procedimentos estatísticos no SPSS, utilizando-se a análise descritiva e o t de student para a comparação do desempenho entre os grupos. Os resultados serão confrontados entre si e com as expectativas normativas paulistanas.

O MÉTODO DE RORSCHACH NO CONTEXTO DA CRIMINALIDADE E DA VIOLÊNCIA
Descrição: Considerando a escassez de estudos com indivíduos criminosos e violentos, tem-se como objetivo investigar as características sociodemográficas e de personalidade dessa população e contribuir com estudos de validade de instrumentos para esse contexto. Serão participantes indivíduos criminosos, que cometeram violência interpessoal e auto-inflingida, independentemente da idade, do gênero, do nível de escolaridade, e dos fatores socioeconomicos. A amostra será recrutada em instituições carcerárias; de prevenção e combate a violência; no CASE; ou será proveniente de encaminhamentos realizados pelo setor judiciário. Como instrumentos, utilizar-se-á o Método de Rorschach, o prontuário, e uma ficha sociodemográfica. Os dados serão coletados pela equipe executora do trabalho, nas dependências das instituições. As variáveis do Rorschach serão agrupadas quanto a autopercepção; percepção interpessoal e percepção da realidade. O levantamento dos dados seguirá os critérios de codificação e de interpretação do Sistema Compreensivo e os resultados serão submetidos ao programa RIAP e ao SPSS para análise estatística descritiva e inferencial. O estudo poderá ser útil aos profissionais que atuam nessa área, e no desenvolvimento de políticas públicas mais efetivas contra a criminalidade e a violência.

PADRÕES DE ENVELHECIMENTO FÍSICO, COGNITIVO E PSICOSSOCIAL EM IDOSOS QUE VIVEM EM DIFERENTES CONTEXTOS
Descrição: Com o objetivo de realizar diagnóstico sobre o processo de envelhecimento no município de Passo Fundo, será realizado um estudo de corte transversal no período de abril de 2014 a abril de 2016, envolvendo idosos recrutados na comunidade, em áreas de abrangência da ESF e em instituições de longa permanência (ILPI).


PROPOSIÇÃO DE DIRETRIZES DE USABILIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA TREINO COGNITIVO
Descrição: Estudos demonstram que ao longo do processo de envelhecimento normal há um declínio significativo nas funções cognitivas, especialmente na memória e na atenção. A memória é uma das faculdades mentais que as pessoas mais frequentemente se queixam ao longo da vida e seu declínio tem sido comprovado por meio de instrumentos diversos. No entanto, muitos estudos mostram que existe a possibilidade de compensar os declínios cognitivos decorrentes do avanço da idade. O treino de cognitivo vem se constituindo em importante instrumento avaliativo e intervencionista para a melhora das condições em diferentes faixas etárias. Aliado ao treino, a utilização de tecnologias propiciam o uso de ferramentas computacionais como meio de acesso e estímulo a essas intervenções. As mesmas características que fazem o uso de tecnologias se tornarem efetivas nas capacidades de percepção, podem também ser adequadas para produzir efeitos adaptativos sob a memória e a atenção. No entanto, para atingir resultados satisfatórios é preciso garantir, primeiramente, que a aplicação seja de fácil uso, com boa usabilidade. Assim sendo, o estudo de caráter interdisciplinar tem como objetivo propor diretrizes de usabilidade para o desenvolvimento de aplicações de dispositivos móveis e interfaces gestuais para treino cognitivo. Tais aplicações serão desenvolvidas e avaliadas seguindo diretrizes de usabilidade. A avaliação ocorrerá com testes com usuários e inspeção das interfaces. Espera-se contribuir com a inovação tecnológica por meio da criação de aplicações para treino cognitivo em diferentes plataformas. O Brasil está começando a explorar o mercado de desenvolvimento de apps mobile e, consequentemente, este projeto pode auxiliar na abertura de oportunidades para que empreendedores pensem em iniciativas na área de estímulo cognitivo para uma velhice bem-sucedida. Tais iniciativas poderiam ser úteis para a transformação de protótipos em produtos.