Notícias UPF

Salão do ICB: o aluno como protagonista de seu processo de formação acadêmica

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação/UPF

Promover a integração das atividades de pesquisa e extensão do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Passo Fundo (ICB/UPF) com o ensino dos diferentes cursos mantidos pela unidade é o que objetiva o I Salão de Pesquisa e Extensão. O evento, realizado de 9 a 11 de outubro, envolve acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Biologia Licenciatura e Bacharelado, Fonoaudiologia, Nutrição e Estética e Cosmética.

A ação está sendo coordenada pela professora Charise Bertol e tem como comissão organizadora os professores Nêmora Pauletti Prestes e Jaime Martinez, os coordenadores dos cursos ligados ao ICB e a mestranda Vanessa Bortoncello. Conforme a organizadora, a experiência tem sido muito gratificante, pelo fato de os alunos poderem conhecer um pouco o trabalho de pesquisa e de extensão dos cursos coirmãos. “Os acadêmicos estão circulando pelo CET, pelo ICB, pelos prédios da Fonoaudiologia e da Farmácia, no Campus II onde funciona a Enfermagem, rompendo as barreiras naturais que nos separam ao longo do ano”, aponta ela.

Para a professora, isso representa o aluno como protagonista de seu processo de formação acadêmica. “É muito bom ver a motivação e o encantamento dos alunos ao apresentarem seus trabalhos. E, para quem assiste, se multiplica o conhecimento e se planta uma sementinha da vontade de querer fazer mais”, afirma. A metodologia do Salão de Pesquisa e Extensão do ICB contempla apresentações de trabalhos de todos os acadêmicos que estejam envolvidos em atividades de pesquisa e extensão (seja projeto de pesquisa, extensão ou trabalho de conclusão de curso), com resultados parciais ou finais a comunicar.

A atividade envolve acadêmicos do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic); do Programa de Apoio Institucional a Discentes de Extensão e de Assuntos Comunitários (Paidex); alunos voluntários nos projetos de pesquisa e extensão; mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCiAmb) e outros programas nos quais há a inserção de professores do ICB; além de alunos de graduação com trabalhos de conclusão de curso. Os trabalhos são apresentados em dois momentos: um para uma turma de seu curso, diferente da sua; e em outro momento para uma turma de outro curso do ICB. As aulas estão transcorrendo normalmente.