Notícias UPF

Projeto da UPF arrecada livros para escola de educação infantil

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Obras infantis e infanto-juvenis contribuirão para construção de uma biblioteca na EMEI Geny Araujo Rebechi

O projeto de extensão Cenários em Saúde da Família, da Universidade de Passo Fundo (UPF), vinculado ao curso de Psicologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), está promovendo uma campanha para arrecadação de livros infantis e infanto-juvenis para a construção de uma biblioteca na EMEI Geny Araujo Rebechi. 
 
De acordo com o coordenador do projeto, professor Me. Vinicius Rauber de Souza, a ideia para arrecadação de livros surgiu por meio da diretora, que quer criar uma biblioteca interativa e comunitária na escola. “Pensamos em fazer uma campanha de arrecadação usando as mídias sociais, indo nas rádios e colocando postos de arrecadação em diversos pontos da cidade. A ação inclui a comunidade no sentindo amplo, como também a universidade, de modo a tentar conscientizar a população sobre a importância não só de doar livros, mas também de cuidar do patrimônio público, da gestão escolar, acompanhando a educação das crianças e participando da vida comunitária”, explicou. 

A campanha segue até o dia 15 de setembro e possui diversos pontos de coleta. Na UPF, as doações podem ser realizadas na Faculdade de Artes e Comunicação (FAC), na Faculdade de Medicina (FM), na Faculdade de Odontologia (FO), no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), na Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (FEFF) e no Diretório Central de Estudantes (DCE). “O ideal seria que todo mundo se mobilizasse em torno das ações, das escolas, dos postos de saúde, das associações diversas existentes nos bairros, de modo a cuidarmos melhor da nossa cidade”, destacou o professor. 

Projeto 

Segundo Rauber, o projeto se propõe a fazer ações interprofissionais e interdisciplinares abordando especialmente questões de saúde e cidadania em uma determinada localidade de Passo Fundo.  “Atuamos mais especificamente junto a uma escola que fica localizada na região, mas a intenção é ir ampliando nosso escopo de atuação para fora da escola com o tempo”, contou.

O projeto atua com diferentes abordagens como pesquisas na comunidade com a participação de alunos da sociologia da saúde; gincana na escola para coordenação motora das crianças; oficina de primeiros socorros; atividade da Jornada de Literatura na escola; atividade esportiva com as crianças da comunidade; escovação de dentes com as crianças; roda de conversa sobre saúde da mulher; feira de saúde na comunidade. “O que nós fazemos é ir para a comunidade, ver as necessidades que são colocadas e procurar ajudar a propor soluções para os problemas encontrados, juntando o conhecimento dos acadêmicos com o saber local. Deste modo, realizamos diversas ações, desde coisas simples, como participar das atividades das escolas, ajudando nas festas juninas, dias dos pais e das mães, como em mutirões para arrumar a escola, cortar grama, montar móveis e brinquedos, até rodas de conversas temáticas com os pais, professores e com as crianças sobre saúde (como cuidar o piolho, como evitar a gripe)”, informou. 

O projeto de extensão conta com a participação de diversos cursos, como de Educação Física, Psicologia, Medicina, Jornalismo e Letras, além do curso de especialização em Ciências Sociais. 

Mais informações podem ser obtidas por meio da página do  projeto: https://www.facebook.com/pg/cenariosemsaudedafamilia/