Notícias UPF

Leitura e literatura em debate no Seminário Internacional de Pesquisa

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Gelsoli Casagrande

Seminário integra a programação da 16ª Jornada Nacional de Literatura. Abertura do evento foi na quarta-feira, 4 de outubro

A primeira mesa do Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura, Literatura e Linguagens: novas topografias discutiu “Leitura e literatura: memória, discurso, manuscritos e percurso de criação”. A abertura do Seminário, que integra a programação da 16ª Jornada Nacional de Literatura, aconteceu na tarde de quarta-feira, 4 de outubro, no auditório da Faculdade de Direito da Universidade de Passo Fundo (UPF), que sedia a Jornada. 

A solenidade de abertura contou com a presença do coordenador do Seminário, Dr. Ernani Cesar de Freitas; do vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UPF, Dr. Leonardo José Gil Barcellos; da coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras da UPF, Dra. Claudia Toldo; da coordenadora de área de Língua Portuguesa, Me. Elisane Regina Cayser; além de uma das coordenadoras da Jornada, Dra. Fabiane Verardi Burlamaque.

As discussões e reflexões serão organizadas por meio de mesas coordenadas e palestras, comunicações e movimentos e atividades culturais, que têm a finalidade de promover debates sobre o entrelaçamento da leitura, da literatura e de linguagens para o ensino de língua.  “O seminário tem como escopo discutir questões que se entrelaçam no âmbito da pesquisa, do ensino de leitura, de literatura, interface com outras linguagens, semioses, em que a sociedade clama por investigações de natureza inter e transdisciplinar, além de demandar pesquisadores centrados nos estudos não apenas do texto verbal e escrito, mas das múltiplas linguagens”, destacou o coordenador do Seminário, Dr. Ernani Cesar de Freitas, que também agradeceu a presença de todos os presentes.

O objetivo do Seminário é oportunizar discussões acadêmicas sobre as temáticas que envolvem os estudos linguísticos e literários, nas abordagens que se relacionam interdisciplinarmente: leitura, literatura, linguagens, ensino e seus desdobramentos, inequivocamente humanistas por sua constituição, considerando a importância da fluidez de fronteiras e de valores dos saberes em geral, e dos linguísticos, literários e pedagógicos, em particular, fatores esses que inspiram a promoção desse evento integrado à programação da 16ª Jornada Nacional de Literatura. 

O vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UPF, Dr. Leonardo José Gil Barcellos, frisou a importância do evento, destacando a necessidade de aproximar a ciência da comunidade. “É uma responsabilidade nossa a popularização do que a gente faz. A sociedade clama, sim, mas, às vezes, a gente dá a resposta e ela não ouve, porque não damos a resposta em uma linguagem que possa ser acessada. Quem sabe o próximo Seminário Internacional na Jornada não possa ter parte dele lá dentro dos espaços, no Portal das Linguagens, e possamos mostrar a ciência por trás da literatura, da linguística, até para que a população possa entender o que a gente fala”, pontuou o vice-reitor, que também destacou o crescimento do stricto sensu nos últimos anos na UPF.

Participam do evento estudantes e profissionais de Letras e de áreas afins, com a pretensão de discutir e compreender o espaço ocupado por múltiplas semioses, os diálogos que estabelecem entre si, as interações entre diferentes áreas de investigação e de pesquisa.

A 16ª Jornada Nacional de Literatura e a 8ª Jornadinha Nacional de Literatura são promovidas pela Universidade de Passo Fundo (UPF) e pela Prefeitura de Passo Fundo. Os eventos contam com os patrocínios do Banrisul, da Corsan, da Ambev, da Companhia Zaffari & Bourbon,  da Ipiranga, da Panvel, da SulGás, da Triway e da TechDEC; com o apoio cultural da BSBIOS, do Sesi e da Coleurb; patrocínio promocional da Capes, da Fapergs, da Italac e da Oniz; com a parceria cultural do Sesc; financiamento do Governo do Estado – Secretaria da Cultura – Pró-cultura RS LIC e realização do Ministério da Cultura. 

Leitura e literatura: memória, discurso, manuscritos e percurso de criação 
O tema da primeira mesa do Seminário foi “Leitura e literatura: memória, discurso, manuscritos e percurso de criação”. Um dos convidados, professor Dr. Roberto Vecchi (Università di Bologna), destacou a necessidade de uma reflexão sobre a literatura e também sobre os desafios da área. “Abordo algumas metáforas relacionadas ao discurso crítico e a possibilidade de pensar juntos o que é a literatura hoje. O desafio atual mais importante para as pessoas que atuam na área de crítica literária, literatura, leitura, produção de texto, é justamente dar conta da importância que esse campo tem hoje. Parece que o prestígio desse campo decaiu. A literatura não é mais a forma que forma a elite como no século XIX, tornou-se outra coisa”, observou o palestrante.

Também participaram da mesa os professores Dra. Fernanda Mussalim (Universidade Federal de Uberlândia) e Dr. Philippe Willemart (USP). A mediação da mesa foi feita pelo coordenador do Seminário, Dr. Ernani Cesar de Freitas – UPF.

Confira a programação do Seminário nos dias 5 e 6 de outubro:

5/10
Mesa 2 – 14h às 17h30min
Leitura, literatura, linguagens e ensino
Profa. Dra. Angela Paiva Dionísio – UFPE
Profa. Me. Cecília Bajour – Universidade Nacional de San Martin – Argentina
Prof. Dr. Rildo Cosson – CEFOR/ Brasília
Mediador: Profa. Dra. Fabiane Verardi Burlamaque – UPF

6/10
Mesa 3 – 14h às 17h30min
Leitura, literatura e linguagens: novas topografias textuais 
Prof. Dr. Alckmar Luiz dos Santos – UFSC
Profa. Dra. Ana Elisa Ferreira Ribeiro – CEFET – MG
Prof. Dr. Rui Torres – Universidade Fernando Pessoa – Porto/Portugal
Profa. Me. Renata Loureiro Frade – UERJ 
Mediador: Prof. Dr. Miguel Rettenmaier da Silva – UPF