Notícias UPF

IX Semape debate a inteligência criativa na escola

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Silvia Brugnera

Profissionais da área da educação participaram da conferência de Daniel Quintana Sperb

O segundo dia do IX Seminário de Atualização Pedagógica para Professores da Educação Básica (Semape) começou com a realização da Conferência “Inteligência criativa na escola: interações possíveis”. O tema foi explorado pelo Dr. Daniel Quintana Sperb (Unilasalle) na manhã desta quinta-feira, 25 de maio, no Centro de Eventos da Universidade de Passo Fundo (UPF).

Centenas de professores das escolas de educação básica do município e da região, além de docentes e acadêmicos da UPF, acompanharam o debate do conferencista, o qual abordou questões sobre como a inteligência criativa pode ser um catalisador para a transformação não só em sala de aula, mas na educação em todos os níveis. “A importância da temática se dá porque ela foi esquecida ao longo do tempo. A escola como um todo sempre foi orientada a dar respostas e a não perguntar. A consequência disso é o não desenvolvimento de um senso crítico. As áreas das letras e dos números se desenvolveram com muita força no decorrer dos anos, mas a área dos desenhos, por exemplo, não, então, essas habilidades por trás da ciência acabaram sendo subjugadas. É como se estivéssemos operando em meia fase, como se tivéssemos toda uma capacidade inexplorada e que precisa ser catalisada com a ferramenta correta”, disse Sperb.

Atuação na formação do professor

Com uma programação repleta de atividades, a nona edição do Semape integra educadores já formados com aqueles que ainda estão em formação. Segundo a vice-reitora de Graduação, Rosani Sgari, o evento reafirma o compromisso social da UPF em atuar na formação de professores. “Entendemos que a profissão professor é uma das mais importantes da sociedade. Ele forma os demais profissionais, por isso, é necessário que o educador esteja em constante atualização”, comentou.

Ainda, conforme Rosani, a Instituição tem investido cada vez mais na formação de educadores. “Ao contrário do que se vem testemunhando no universo de instituições de ensino aqui do estado e de outras regiões, que têm fechado seus cursos de licenciatura, a UPF investe e acredita na formação de professores. Além de formá-los, oferecemos o processo de formação continuada, sendo um exemplo de ação o IX Semape”, relatou.

O Seminário contou com a presença do vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação Leonardo José Gil Barcellos, da vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários Bernadete Maria Dalmolin, do vice-reitor Administrativo Agenor Dias de Meira Junior, da presidente da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) Maristela Capacchi e de representantes das áreas de educação da cidade e da região.

Informações

As ações do Semape continuam à tarde, até às 17h, com a realização de 52 minicursos nas salas das unidades acadêmicas. Mais detalhes podem ser obtidos no site www.upf.br/semape.