Notícias UPF

Integrado UPF lança o XI Festival de Cinema

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Gelsoli Casagrande

Atividade foi realizada nesta quinta-feira, 8 de março, no auditório da Faculdade de Odontologia. A mostra dos curtas está marcada para o dia 1º de junho

O Centro de Ensino Médio Integrado da Fundação Universidade de Passo Fundo (Integrado UPF) lançou, na tarde desta quinta-feira, dia 8 de março, a 11ª edição do Festival de Cinema Integrado. O lançamento foi realizado no auditório da Faculdade de Odontologia da UPF e contou com a presença do diretor do Integrado, professor Jonir Dalbosco, da coordenadora do Festival, professora Nara Marley Alessio, e de professores e alunos do 2º e do 3º ano da escola. 

O Festival de Cinema é um projeto que destaca a importância do contato com obras da literatura brasileira e universal aos estudantes de Ensino Médio e seus familiares, incentivando a leitura e a produção textual e despertando o interesse pela cultura de vários espaços e épocas. Para o diretor do Integrado UPF, é um prazer dar continuidade a uma atividade que já vem sendo realizada há 11 anos e que, ao longo desse tempo, foi criando raízes, se solidificando e deixando marcas. “É um evento que faz parte do Integrado e que vem a cada ano trazendo surpresas e sendo cada vez mais lindo, mais emocionante, porque faz parte de um processo que não envolve só alunos, professores e funcionários, envolve pais, amigos, comunidade, outros cenários. É um espetáculo das linguagens”, destacou o professor. 

Realizado em parceria com o curso de Jornalismo da UPF e também com os projetos de extensão Cinema e Literatura – Um Caminho para a Educomunicação e Ponto de Cinema, o Festival de Cinema é, na opinião da professora Nara, uma atividade que visa incentivar não apenas a leitura e a escrita, mas também a integração das famílias com a escola. “A literatura foi apenas a origem. Hoje, a gente trabalha como o mundo é, com unidades que se confundem, com uma interação cada vez maior, e o Festival explora isso, trabalha a ética, o trabalho em equipe, as competências individuais de cada um. A gente consegue fazer os alunos trabalharem dentro e fora da escola e isso faz com que nosso compromisso aumente cada vez mais porque a expectativa deles é cada vez maior”, completou. 

O Festival
Desde 2008, o Festival de Cinema propõe aos alunos a transformação de textos literários em curtas-metragens. Originalmente, a atividade era desenvolvida pelos alunos concluintes, do 3º ano, e, a partir de 2017, passou a envolver os estudantes do 2º ano. A ação agrega as disciplinas de Literatura Brasileira, Redação, Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Língua Espanhola, que foi incluída pela primeira vez nesta edição. Divididos em grupos, os alunos produzirão seis curtas a partir de uma variedade de contos. No final, os trabalhos serão exibidos em uma noite de gala marcada para o dia 1º de junho, onde serão avaliados por um corpo de jurados e premiados em 10 categorias – sonoplastia, direção de arte, atriz coadjuvante, ator coadjuvante, atriz, ator, direção, cartaz, resenha e melhor filme.