Notícias UPF

Alunos do curso de Publicidade e Propaganda da UPF realizam visita técnica em Não-Me-Toque

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Atividade fez parte das ações desenvolvidas nas disciplinas de Comunicação Rural e Publicidade no Agronegócio

Com o objetivo de aliar a teoria e a prática na formação dos futuros profissionais, o curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade de Artes e Comunicação da Universidade de Passo Fundo (FAC/UPF) promoveu uma visita técnica à Cooperativa Cotrijal, em Não-Me-Toque. A atividade ocorreu no dia 8 de novembro e integrou as ações realizadas nas disciplinas de Comunicação Rural e Publicidade no Agronegócio.

De acordo com a professora Juliane Borges, coordenadora do curso, o agronegócio representa cerca de 25% do PIB brasileiro e é um campo aberto para muitas profissões, entre elas, a comunicação.  Ela ressalta que, seja nas empresas ou nas instituições ligadas ao agro, há carência de profissionais qualificados, aptos a atuar em um segmento que possui peculiaridades e cujo público-alvo final, os agricultores, cada vez mais ativos, ligados no uso de tecnologias e na informação. “Atento às necessidades do mercado, o curso de Publicidade e Propaganda reconhece a vocação agrícola da região e oferece disciplinas relacionadas ao segmento, como forma de oportunizar formação abrangente, que favoreça a absorção e a atuação dos profissionais formados na área de publicidade e propaganda nos diversos segmentos. Por isso, temos promovido essas ações”, destacou.

Na Cotrijal, os alunos foram recepcionados pela jornalista e gerente da Unidade de Desenvolvimento Cooperativista, Leila Mertins, e puderam conhecer a abrangência e o trabalho de comunicação realizado com os agricultores associados, clientes e colaboradores da cooperativa ao longo dos seus 60 anos. 

Os projetos que visam à formação de lideranças cooperativistas entre as mulheres, crianças e adolescentes foram assuntos que também pautaram a visita, assim como as relações de parceria com as mídias e a comunicação da Expodireto, uma das maiores e mais importantes feiras agrícolas do país. “Conhecer de perto o público-alvo para comunicar com eficiência e eficácia é mais do que um direcionamento teórico e os futuros publicitários puderam comprovar que essa é uma necessidade real da profissão”, ressalta a coordenadora do curso.

Acompanhados pelo jornalista da Cotrijal, Fernando Teixeira, os alunos visitaram a propriedade rural do agricultor Luiz Carlos Schuster, uma referência em gestão econômica e ambiental da propriedade rural na região de Não-Me-Toque. Além de conhecer a propriedade, os acadêmicos tiraram dúvidas e conheceram um pouco sobre o trabalho no campo. “Sempre é gratificante receber essa juventude, principalmente com interesse na agricultura”, comentou o associado da Cotrijal. 

A tarde foi reservada para um bate-papo com a gerente de marketing Cíntia Dal Vesco e com a jornalista Nádia Laís Pilger, da Stara, que apresentaram um pouco da história e, principalmente, as formas de comunicação da empresa com seus públicos. Numa apresentação descontraída temas como campanhas publicitárias, relacionamento com o consumidor, uso das mídias tradicionais e novas mídias na divulgação de produtos, endomarketing e mercado trabalho, foram abordados, sempre com muita interação entre os alunos e as anfitriãs. “Ter uma visão diferente do mundo da publicidade conhecendo os desafios do mercado, ouvir os relatos do dia a dia daqueles que cuidam da comunicação das empresas, ter a oportunidade para esclarecer dúvidas sobre a rotina da profissão e a troca de experiências foram pontos destacados positivamente pelos acadêmicos na avaliação da visita”, pontuou Juliane.