Notícias UPF

Autenticar para proteger

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Reprodução

Mudanças na rede Wifi da UPF serão implementadas para qualificar o serviço

Com aproximadamente 20 mil alunos e mais de 2 mil funcionários e professores, a Universidade de Passo Fundo (UPF) realiza, diariamente, diversas ações visando à melhoria na qualidade dos serviços prestados. Uma delas foi a implementação da autenticação para uso da rede Wifi. O funcionamento passa a valer a partir da próxima terça-feira, 13 de março.

O projeto passou por diversas fases e etapas, buscando as melhores alternativas tanto para a Instituição quanto para a comunidade acadêmica e geral. Segundo Gilberto Gampert, gerente da Divisão de Tecnologia de Informação da UPF, o objetivo é oferecer mais segurança e melhorar a gestão das redes.

A primeira etapa, segundo ele, partiu da organização da estrutura de links. “Nos campi, existiam links dedicados para a internet e outros para sistemas internos. Hoje, todos passam pelo Campus I. Por isso, a preocupação foi oferecer links com capacidade para atender aos campi e a Passo Fundo”, destacou.

Com essa mudança, a equipe conseguiu reduzir os custos e adquirir um novo firewall, com maior capacidade para atender aos acessos da Universidade, o que também contribui com a proteção a ataques externos.

O grupo também realizou um estudo da nova tecnologia para encontrar o melhor formato de autenticação. “Para professores, funcionários e alunos, a autenticação será feita com o uso da senha da intranet, sendo necessário configurar o telefone ou o computador uma única vez. A autenticação social será voltada para convidados e para a comunidade externa. Para eles, haverá a possibilidade de login através do Facebook”, explicou.
 
Mudança completa
A partir de terça-feira (13), a rede aberta não estará mais disponível e o acesso à rede será feito somente por meio da autenticação. De acordo com Gampert, a iniciativa também tem como objetivo estar em conformidade com as determinações do Marco Civil da Internet. “Essa mudança visa proteger a Universidade e aqueles que utilizam a nossa rede. A proteção de dados acadêmicos e de atividades feitas na rede é de nossa responsabilidade, bem como a manutenção e a qualidade do sinal”, frisou.

Outro benefício da mudança, de acordo com o gerente, é a implementação de políticas para regulamentar o acesso, organizando a gestão dos recursos. Gampert ressalta que, ao longo dos meses, a Instituição estará disponível para auxiliar a comunidade acadêmica, dando suporte para implementar as mudanças.

Informações
Para saber como acessar a rede wi-fi em seu dispositivo móvel ou em seu computador, acesse nosso manual de orientação disponível no endereço wifi.upf.br. Em caso de dúvidas, entre em contado pelo e-mail chamados@upf.br ou pelo ramal 8250.