Notícias UPF

Acadêmicos do curso de CST Design de Produto desenvolvem equipamentos para Lar de Idosos

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Os acadêmicos do curso e CST em Design de Produto da Universidade de Passo Fundo (UPF), entregaram na última terça-feira, 28 de novembro, equipamentos para uso em fisioterapia no Lar de Idosos Nossa Senhora da Luz de Passo Fundo.
 
O projeto foi desenvolvido durante a disciplina de Biomecânica a partir da demanda de equipamentos que pudessem auxiliar na atividade para realização de fisioterapia em idosos. A fisioterapeuta Kelly Fellini apresentou equipamentos de uso fisioterapêutico que poderiam ser desenvolvidos para o atendimento dos idosos. Dessa forma, os acadêmicos optaram por trabalhar com dois dos equipamentos, sendo o espaldar e a roda de ombro, que contribuirão para o desenvolvimento da atividade física e melhoria na qualidade de vida dos idosos.
 
Para os alunos a experiência de desenvolver uma atividade cujo conhecimento proporcionou uma vivência prática tornou a disciplina mais prazerosa, possibilitando que pudessem perceber as inúmeras possibilidades de contribuição. “Poder contribuir através da profissão que escolheram em benefício da qualidade de vida de outras pessoas com certeza é ir além da experiência pratica-teórica, é uma vivencia de mercado e de vida”, destacou a professora da disciplina, Me. Teofanes Foresti.
 
De acordo com a professora, os aparelhos confeccionados e doados ao Lar de Idosos possuem um alto valor de mercado, o que impossibilitava sua aquisição de forma imediata. Com isso foi possível unir teoria e a prática, desde o desenvolvimento do projeto até a confecção do produto final. “Com certeza foi uma satisfação para todos os envolvidos na atividade, que ao final puderam ver o resultado de todo trabalho como uma forma de entregar para a comunidade um pouco daquilo que se aprende apor meio do conhecimento em sala de aula, e a alegria de poder ajudar a quem mais precisa”, observou.

Aparelhos desenvolvidos e suas utilidades

Segundo a fisioterapeuta Kelly Fellini, a roda de ombro é indicada para reabilitação de ombro nos mais diferentes movimentos (flexão/extensão/rotação/ abdução) visando aumentar a amplitude, prevenir atrofias musculares, auxiliar o fortalecimento da articulação de ombro, lesões articulares e musculares no ombro bursite sub-acromial, hemiplegia, luxações e fraturas de ombro. “As lesões musculoesqueléticas no ombro têm um grande impacto em todas as fases da vida das pessoas. Nos idosos, a recuperação de tais danos dura mais tempo devido a fatores de idade e causa dificuldade na movimentação, que é acentuada com a passagem do tempo”, informou a fisioterapeuta.

O aparelho espaldar é utilizado no âmbito da  reabilitação servindo como suporte para vários tipos de exercícios de fortalecimento muscular; alongamento e flexibilidade (membros superiores, inferiores e musculatura envolvente da coluna vertebral); mobilidade e amplitude articular; ganho de força e controle muscular, melhoria na flexibilidade e alongamento; melhoria do equilíbrio e coordenação motora; na disposição física e vitalidade, melhoria da capacidade respiratória; alívio das dores musculares e do estresse; relaxamento muscular; melhoria da consciência corporal; prepara o corpo para as atividades físicas ativando a circulação e deixando os movimentos corporais mais soltos e confortáveis e portanto, mais úteis na prevenção de lesões.