Estude na UPF

Modalidades de atendimento

Atendimento e acompanhamento psicológico

Consiste em proporcionar aos alunos um espaço onde eles possam ser atendidos por profissionais qualificados e ter momentos de escuta sobre situações de conflitos que refletem no desempenho acadêmico ou aspectos emocionais, relacionais, socioculturais ou orgânicos da vida. Essa escuta especializada poderá levar à promoção do equilíbrio emocional e à diminuição das dificuldades e das crises que possam estar relacionadas ao processo de aprendizagem e à vida universitária.

Atendimento psicopedagógico
Busca atender aos acadêmicos que apresentam algum tipo de dificuldade – seja em grau leve ou acentuado – que dificulte a trajetória acadêmica, auxiliando, com isso, nos processos de ensino e aprendizagem. Caracteriza-se como um espaço de escuta que acolhe o aluno em seu jeito próprio frente às suas expectativas, dúvidas, anseios, perdas ou medos que permeiam a vida acadêmica e que possam estar interferindo na aprendizagem e no crescimento pessoal.  


Tecnologia assistiva

O eixo de tecnologia assistiva diz respeito aos recursos e serviços que contribuem para autonomia e inclusão de pessoas com deficiência.

-Orientação e mobilidade: adequação arquitetônica e de mobilidade.
-Adaptação de material: transcrição em braille, ampliação de caracteres, adaptação em material tátil.
-Acessibilidades em sala de aula: tradutor e intérprete de Libras, ledor/transcritor.
-Acesso às tecnologias: apresentação e auxílio no uso das ferramentas tecnológicas.
-Projeto laboratório bilíngue: viabiliza aos acadêmicos e professores surdos da UPF e comunidade externa estudos sobre a organização gramatical das duas línguas (Português e Língua Brasileira de Sinais) e suas funções.
-Cursos de capacitação: participação em programas realizados para colaboradores da instituição visando ao desenvolvimento de uma universidade inclusiva.

Atendimento multidisciplinar

Para atender à comunidade acadêmica, o Saes conta com uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, psiquiatra, psicopedagogos, auxiliares para acadêmicos com deficiência e para a adaptação de materiais, assistentes pedagógicos, além de tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais – Libras.

Coordenação: professora Dra. Silvana Baumkartem, psiquiatra Alberto Hexsel e professor Me. Ivan Dourado.