Notícias UPF

ICB celebra atividades de 2017 e planeja novas ações para 2018

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Gelsoli Casagrande

Uma série de atividades marcou o ano de 2017 no Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Passo Fundo (ICB/UPF). A unidade acadêmica tem a missão de gerar e socializar conhecimentos nas áreas biológicas e da saúde, com atenção permanente à qualificação do ensino e das distintas formas de difusão dos saberes nele produzidos. 

Para a diretora do ICB, professora Jurema Schons, 2017 foi um ano extremamente produtivo. No período, foram realizadas atividades alusivas aos 40 anos do curso de Enfermagem e aos 20 anos do curso de Farmácia. Além disso, foi efetivada a automação do Laboratório de Análises Clínicas do Curso de Farmácia (LABE) e foram promovidas mudanças estruturais para dar maior fluxo ao Setor Magistral do curso de Farmácia.

Em 2017, o Instituto realizou o I Salão de Pesquisa e Extensão do ICB e contou com a aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCiAmb), que é vinculado à unidade acadêmica. Ainda, foi dado continuidade ao ciclo de palestras da Hora Biológica promovida pelos cursos de Ciências Biológicas Bacharelado e Licenciatura. O curso de Fonoaudiologia realizou uma Gincana de Integração, o curso de Nutrição oportunizou Oficinas de Gastronomia e o curso de Estética e Cosmética promoveu um Desfile de Cabelos e Maquiagem.

O trabalho de 25 anos de uma equipe de pesquisadores do ICB, por meio do Projeto Charão, foi uma das sete iniciativas de conservação da biodiversidade brasileira que receberam o troféu do Prêmio Nacional da Biodiversidade em 2017. O Projeto venceu na categoria especial Júri Popular, com mais de 20 mil votos. O ano também foi marcado pela apresentação ao público do Oliver, leão que viveu no zoológico da UPF e veio a óbito em decorrência da idade. Oliver foi taxidermizado e hoje está em exposição no Muzar.

Um novo processo também foi desenvolvido em 2017 no ICB. “Foram promovidas reuniões de todos os alunos dos distintos cursos do ICB com a direção da unidade para promover a autoavaliação dos cursos e da Unidade a partir de um processo de escuta aos alunos”, explica Jurema. Para encerrar as atividades do ano, um almoço de confraternização reuniu professores, funcionários e estagiários. “Essa foi uma forma de valorizar o trabalhador em todos os níveis pela dedicação à unidade e à Universidade”, destaca a diretora.

Um novo ano
Para 2018, diversas ações já estão previstas no ICB. “O retorno às atividades acadêmicas está sendo pensado com carinho junto às coordenações dos cursos”, afirma a diretora do Instituto. Segundo ela, muitas novidades serão lançadas no ano. “Será finalizada, ainda em fevereiro, a reforma no Campus II, que abriga o curso de Enfermagem. Temos a previsão de inaugurar o novo Serpentário para o mês de março e até abril devemos inaugurar o novo Biotério, que está em fase adiantada de construção”, celebra Jurema.

Os eventos já consolidados terão novas edições em 2018, como o ciclo de palestras do Hora Biológica dos cursos de Ciências Biológicas e a Terceira Semana Integrada do ICB, que ocorre em agosto. Inovação em 2017, o Salão de Pesquisa e Extensão do ICB terá sua segunda edição neste ano. Serão realizados, ainda, o Segundo Seminário de Pesquisa do PPGCiamb e a Aula Magna do curso de Enfermagem.

Alguns dos eventos de 2018 já estão com data definida. Será realizado, no dia 16 de maio, o Ciclo de Palestras de Saúde da Mulher, organizado pelo Diretório Acadêmico do curso de Enfermagem; no dia 7 de junho, ocorre o XVI Simpósio de Administração e Gestão dos Serviços da Enfermagem; e nos dias 14 e 15 de junho, o IV Fórum Regional de Conservação e Biodiversidade: desafios e perspectivas da sustentabilidade.

O ICB
O Instituto de Ciências Biológicas foi criado em 1970. A Unidade Acadêmica iniciou as atividades com o curso de Ciências - Licenciatura curta, e, com o passar do tempo, à medida que surgiam novas demandas, houve a implantação dos cursos próprios da unidade. Atualmente, atende e presta assistência em disciplinas que englobam a área da morfologia, patologia, biologia e ciências fisiológicas, reunindo acadêmicos dos cursos da área da saúde, além dos cursos vinculados à unidade: Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura), Enfermagem, Estética e Cosmética, Farmácia, Fonoaudiologia e Nutrição. A estrutura física conta com quatro prédios, que abrigam salas de aula e laboratórios nas distintas áreas abrangidas pelos cursos e que somam cerca de 10 mil metros quadrados de área construída.