Notícias UPF

Iniciativas da UPF são premiadas pelo Funcultura

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação/PMPF

Projetos Cultura Digital e Museu a céu aberto receberam investimentos para dar seguimento às ações culturais

A terceira edição do Prêmio Funcultura de Passo Fundo reconheceu, entre as iniciativas premiadas, duas ações realizadas pela Universidade de Passo Fundo (UPF): o projeto “Cultura digital” e o projeto “Museu a céu aberto: turismo, educação e cultura no Cemitério Vera Cruz”. Realizado pela Prefeitura de Passo Fundo, por meio da Secretaria de Cultura, o prêmio é destinado a artistas de todas as áreas e, em 2018, contemplou oito novas iniciativas. Nessa quinta-feira, dia 12 de abril, no Teatro Municipal Múcio de Castro, cada projeto contemplado recebeu o valor de R$ 10 mil.

O Fundo Municipal de Cultura de Passo Fundo teve origem em um projeto de lei sancionado em 2014 pela lei nº 4.676. O incentivo financeiro é transparente e democrático e ocorre pela publicação de editais públicos anuais que possibilitam a realização de projetos culturais de interesse público e de forte impacto social em áreas como literatura, música, cinema, artes cênicas, artes plásticas e todas as demais manifestações culturais. Os critérios para a seleção dos vencedores foram: excelência artística do projeto; qualificação dos profissionais envolvidos; estratégia de comunicação, divulgação e formação de público; viabilidade prática do projeto; planejamento e cronograma de execução do projeto; conformidade com os objetivos do edital; e relevância cultural.

Museu a céu aberto
O projeto “Museu a céu aberto: turismo, educação e cultura”, com ações que envolvem o Cemitério Vera Cruz, é promovido pelo Instituto Histórico de Passo Fundo (IHPF) e pelo Arquivo Histórico Regional (AHR) e vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da UPF. Esse programa de ações tem como propósito maior estimular e promover um novo olhar acerca dos espaços cemiteriais, em específico sobre o Cemitério Vera Cruz, instigando na comunidade a curiosidade e o entendimento desse lugar para além da última morada, mas também como vetor de conhecimento histórico, social e cultural. 

A ideia é produzir e publicar materiais acadêmico-científicos e de divulgação referentes ao Cemitério Vera Cruz como Museu a Céu Aberto; organizar e promover palestras, debates e passeios guiados no Cemitério; e instalar placas de identificação para a comunidade vivenciar o local como espaço de memória e de turismo cultural.

Em 2014, as equipes do Instituto Histórico de Passo Fundo e do Arquivo Histórico de Passo Fundo iniciaram um programa amplo de atividades concernentes ao Cemitério Vera Cruz. Naquele ano, foi lançada a primeira edição (impressa e digital) do guia de visitação do Cemitério. Desde então, ações são promovidas visando constituir a noção de Museu a Céu Aberto e também instigar o uso do cemitério como local para a educação patrimonial, histórica e cultural na cidade.

Cultura Digital na Educação
Outro projeto da UPF premiado é o Seminário Nacional de Inclusão Digital (Senid): Cultura Digital na Educação. O objetivo do projeto é divulgar a produção científica e as experiências realizadas em âmbito nacional nas áreas de tecnologias e metodologias de inclusão digital e de cultura digital na Educação. O V Senid será realizado no período de 7 a 9 de maio de 2018 e os recursos possibilitarão a ampliação das atividades e da infraestrutura para o atendimento de um número maior de participantes, em especial no II Workshop de Cultura Digital na Educação, que ocorrerá na Brinquedoteca da Faculdade de Educação (Faed), durante os três dias do evento.

Em 2018, o tema do Seminário Nacional de Inclusão Digital é “Cultura digital na educação”. O Seminário é destinado a estudantes e pesquisadores das mais variadas áreas, interessados em discutir a temática da Inclusão Digital e os desdobramentos da cultura digital sobre os processos educativos formais e não formais. O evento se constitui em um espaço privilegiado de interlocução entre os alunos da área de TI, licenciaturas, alunos e professores de programas de pós-graduação de todo o Brasil.

Conheça os premiados do 3º Prêmio Funcultura
Área 1
Projeto: Passo Fundo – Capital da Literatura
Proponente: Cleide Luciane Plentz

Projeto: Realidade Virtual Auditiva
Proponente: Rafael Frederico de Oliveira Souza

Área 2
Projeto: Identificando talentos: caminhos para tornar os sonhos realidade
Proponente: Academia Passo-Fundense de Letras
   
Projeto: Passo Fundo: capital do Rock
Proponente: Rodrigo de Andrade

Área 3
Projeto: Caravana Timbre de Galo 2018
Proponente: Timbre de Galo Produções e Eventos

Projeto: Depois da chuva nas escolas
Proponente: Elisabeth Manica
  
Área 4
Projeto: Cultura digital
Proponente: Adriano Canabarro Teixeira

Projeto: Museu a céu aberto: turismo, educação e cultura no Cemitério Vera Cruz
Proponente: Instituto Histórico de Passo Fundo

Galeria de Vídeos