Notícias UPF

Alunos da UPF e de escolas de Passo Fundo e região participam de treinamento para Olimpíada Brasileira de Informática

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Natália Fávero

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio do Programa de Extensão Conexões Tecnológicas, vinculado ao Instituto de Ciências Exatas e Geociências (Iceg), realiza treinamento para a Olimpíada Brasileira de Informática (OBI), promovida pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Participam do treinamento acadêmicos da graduação da UPF e alunos do ensino fundamental e médio de Passo Fundo e região que participarão da Olimpíada. Assim como nas edições anteriores, a UPF é uma das sedes do evento no Rio Grande do Sul (RS). As escolas têm até o dia 8 de maio para inscrever os alunos interessados em participar da OBI. A prova da fase local, que é a primeira das três etapas, acontecerá no mês de maio (11 e 17/05).

O primeiro treinamento oferecido pela UPF ocorreu na tarde de sexta-feira, 13 de abril, no Laboratório Central de Informática (LCI) do Iceg. Além de acadêmicos da UPF, a atividade contou com estudantes de outras instituições de ensino de Passo Fundo, Marau e Pontão. Os treinamentos serão realizados todas as sextas-feiras à tarde, até as datas da prova, em maio.  Cerca de 50 estudantes participaram do primeiro encontro. “Vamos capacitar e treinar esses alunos para que eles venham participar da Olimpíada com mais condições de serem finalistas. A atividade será ministrada por alunos bolsistas e voluntários, além de professores que estão envolvidos no projeto”, explicou o coordenador do projeto de extensão Conexões Tecnológicas da UPF, Marcos José Brusso.

O coordenador do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, professor Eder Pazinatto, que também integra o projeto de extensão e é um dos organizadores locais, juntamente com o professor Brusso, destaca que, desde 2015, a UPF é sede local. “É muito importante para os estudantes participarem dessa Olimpíada porque eles já vão desenvolvendo algumas coisas relacionadas à lógica computacional, raciocínio lógico, que é muito utilizado nas ciências em geral, mas principalmente nos cursos na área de Tecnologia da Informação. No ano passado, a gente atendeu alunos aqui da UPF, que se classificaram na fase local, estadual e inclusive nacional”, enfatiza o professor.

Modalidades e fases da OBI
A OBI será realizada em duas modalidades: Modalidade Iniciação e Modalidade Programação. Cada uma dessas modalidades é subdividida em níveis, de acordo com a escolaridade e dificuldade das tarefas apresentadas. “Ao todo são sete níveis, que abrangem desde alunos do quarto ano do ensino fundamental, estudantes do ensino médio, até acadêmicos do primeiro ano do ensino superior. Teremos alunos dos cursos de Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Engenharia da Computação da UPF participando, e vários alunos das escolas de ensino fundamental e médio de Passo Fundo e região”, revelou Pazinatto.

A OBI será realizada em três fases: Local, Estadual e Nacional, que ocorrem entre maio e agosto de 2018. Em cada fase, os melhores classificados serão convocados a participar da fase seguinte. Os melhores do país representam o Brasil na fase mundial, que é a Olimpíada Internacional de Informática, na cidade de Tsukuba, Japão, em setembro de 2018.

Objetivos
A OBI tem entre seus objetivos estimular o interesse pela Computação e por Ciências em geral, promover a introdução de disciplinas de raciocínio computacional e técnicas de programação de computadores nas escolas de ensino médio e fundamental e identificar talentos e vocações em Ciência da Computação de forma a melhor instruí-los e incentivá-los a seguir carreiras nas áreas de ciência e tecnologia.