Notícias UPF

Raça, hip-hop e Serviço Social em debate na Faed

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Os alunos e professores do curso de Serviço Social da Universidade de Passo Fundo (UPF) debateram o tema “Questão racial e Serviço Social”. A atividade, realizada no dia 16 de outubro, contou com a presença do professor e antropólogo Frederico Santos dos Santos, da UPF, e do rapper Gabriel Moreira, da Associação de Hip-Hop de Passo Fundo e membro da banda Libertarte. 

O professor Frederico provocou a reflexão junto ao público questionando sobre o lugar do negro na sociedade, bem como sobre o hip hop como expressão da cultura negra e de periferia. Apresentando dados estatísticos, chamou a atenção para o fato de que, no Brasil, os negros estão em situação de desvantagem econômica e social, sendo as maiores vítimas da violência.

Gabriel Moreira, em sua fala, explicou sobre as dificuldades enfrentadas por aqueles que desejam fazer rap em Passo Fundo e destacou o potencial da música junto à juventude, no sentido de oferecer alternativas à violência e à criminalidade. Em depoimento pessoal, Gabriel relatou que o rap foi fundamental para que pudesse se afastar do cometimento de atos infracionais em sua adolescência.  

O evento foi organizado pelas acadêmicas formandas do curso de Serviço Social Aline Reginato Detófani, Juliana Consoladora Gonçalves Nunes, Paloma Alves e Renata Seben, dentro das atividades da disciplina de Tópicos Especiais em Serviço Social I, ministrada pela professora Cristina Fioreze.