Notícias UPF

Presépios são tema de diferentes exposições em Passo Fundo

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Sesc, Secretaria do Meio Ambiente e Bella Città Shopping receberam exposições realizadas pelo curso de Artes Visuais da Universidade de Passo Fundo

Para celebrar o Natal, três exposições que têm os presépios como tema principal poderão ser vistas pela comunidade nos próximos dias. Todas as exposições contam com a realização do curso de Artes Visuais da Universidade de Passo Fundo (UPF) e poderão ser conferidas gratuitamente no Teatro do Sesc, no prédio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e no Bella Città Shopping. 

O Teatro do Sesc recebeu a exposição “Presépios”, da coleção da coordenadora do curso de Artes Visuais da UPF, professora Mariane Loch Sbeghen. A mostra está no Foyer do Teatro Sesc, localizado na avenida Brasil, 30, 2º andar, e é composta por presépios confeccionados por grupos e artesão da comunidade. A visitação é gratuita e pode ser feita até o dia 6 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18 horas. 

A exposição “Presépios do Mundo”, também da coleção da professora Mariane, integra a programação do Natal de Alegrias do Bella Città Shopping. A exposição, que reúne presépios de várias partes do mundo, está no 2º andar do shopping e conta com peças que retratam a cultura do Natal além do nosso país. Ao todo, são mais de 160 presépios feitos de cerâmica, madeira, palha, cristal, porongos e até dentro de uma semente de pinhão. Muitas das peças são presentes ganhados por Mariane, que mantêm a tradição de expô-las há mais de 20 anos. As obras ficarão expostas até o dia 26 de dezembro e poderão ser vistas no horário de funcionamento do Bella Città, de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 11h às 22h. 

Já a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, localizada na Rua Thomé Mendes, 183, no Parque Ambiental Banhado da Vergueiro, recebeu uma exposição composta por presépios confeccionados nos projetos de extensão do Programa Comunidade Sustentáveis da UPF. As obras foram desenvolvidas pela própria comunidade, por alunos do Cejume, participantes da Oficina de Arteterapia e também pelos acadêmicos do curso de Artes Visuais.